Ultimas Atualizações

28 novembro 2014

Menina de Vinte (Sophie Kinsella) - Resenha





Título: Menina de Vinte
Título original: Twenties Girl
Autora: Sophie Kinsella
Quantidade de páginas: 495
Lançamento: 2010
Editora: Record


"Como tudo que a Kinsella escreve, envolvente e cheio de vida." (Times)



O que conta?

Lara Lington, é uma jovem com muitos problemas: 1. Seu namorado acabou de terminar o namora e ela nem sabe o porque; 2. Sua sócia a deixou sozinha para cuidar da "nova" empresa para viver um romance em Goa; 3. Ela, junto com a empresa estão cheias de dívidas; 4. Seus pais acham que ela está obcecada e louca perseguindo o ex-namorado; E muitos outros, mas ela não se importa e tanta seguir a vida. Só que Lara acha que sua vida não está completa sem Josh, ex-namorado,e que eles foram o casal perfeito. Assim ela se torna obcecada e completamente cega sem perceber.
Mas é no enterro de sua tia-avó Sadie que tudo muda para Lara. Claro, ela vai obrigada ao velório, assim como seus parentes que, assim como ela, nem chegaram a conhecer a tia. De todos que estão no local, seu pai, mãe, irmã, tia, prima e tio (Um milionário bem sucedido, e dono de uma rede de cafés), Lara é a única que ouve uma voz. Ela acha que está enlouquecendo e ignora, mas a voz é insistente e logo ela não pode mais suportar ficar calada quando ao que está acontecendo. Uma garota com uns 20 e poucos anos está gritando e pedindo que não a levem sem um colar. Lara não entende e começa a responder a garota, parecendo maluca para todos da família. Lara entende então que a garota é Sadie e que sem o colar ela não quer ser enterrada. Então Lara consegue parar o funeral dizendo que a tia-avó havia sido assassinada.
Mesmo Sadie tendo 105 anos de idade e já morando em um asilo, Lara consegue convencer os policiais a investigarem o "assassinado".
O problema agora é que com isso Lara se comprometeu a encontrar um colar que não sabe nem se realmente existiu. Fora os problemas que já tinha, ela agora tem que viver com uma fantasma, que ainda "vive" nos anos 20, em sua cola o tempo todo, pois ela é única que pode ouvi-la e vê-la.

O que achei?

OH MEU DEUS!!! QUERO LER ATÉ AS LISTAS DE SUPERMERCADO DESSA AUTORA!!!
Estou completamente apaixonada pela escrita, pelas histórias, pelo jeito simples que a autora tem de te introduzir e te conquistar em uma história tão simples, tão leve, tão bem humorada e tão bonita.
Deve dizer que fui introduzida em um gênero do qual eu não conhecia muito, e havia lido menos ainda, da forma mais mágica que podia existir. Os livros da Sophie me causaram reações que nunca havia sentido lendo um livro, e olha que já senti muitas coisas com livros.
Menina de Vinte me fez gargalhar e passar vergonha por isso no ônibus e metrô. Me fez chorar (de leve) com as partes familiares. Fez com que eu me sentisse angustiada junto com as personagens. Fez com que eu torcesse para que tudo desse certo e para que alguns se F@#%*. Causou um misto de sentimentos tão grande que ao fechar o livro, fiquei durante horas pensando, que se tudo o que aconteceu, realmente acontecesse ia ser uma experiência mágica e sensacional.
Ainda devo dizer que recomendo a leitura e que adorei?? *-* 

Classificação:


Espero que tenham gostado!
Deixe sua opinião nos comentários.
Até a próxima ;)



4 comentários:

  1. Respostas
    1. Lê sim Mel, é muito divertido e gostoso de ler... <3

      Excluir
  2. Ai meu bolso, mais um pra lista rsrs. Espero ver a Sophie na Bienal esse ano.
    Bjss
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelo comentário Bianca.

    Ler Sophie é maravilhoso, mas doí muito o bolso, os livros são mega caros. Ainda bem que os que tenho foram troca ou consegui em sebo, o que vale muito a pena.
    Também espero conseguir autografo dela na Bienal, mas sabe como é né?!

    Bjs

    ResponderExcluir